domingo, 10 de maio de 2020

EUCARISTIA DOMINICAL Transmissão em direto

EUCARISTIA DOMINICAL
Link para Transmissão em direto





sexta-feira, 1 de maio de 2020

Caríssimos Amigos,

Caríssimos Amigos,

O Sr. Primeiro Ministro decretou que passaríamos a ter celebrações litúrgicas a partir do dia 30 de maio. Sobre os funerais disse que a família direta, seja qual for o número de pessoas, podem participar na celebração de exéquias.
A Conferência Episcopal Portuguesa até à hora que vos escrevo, ainda não emitiu qualquer comunicado sobre a vida “normal” das celebrações no que concerne, em especial, às eucaristias semanais e dominicais.
Enquanto esperamos, continuarei a celebrar, diariamente e sem assembleia de fiéis, pelas vossas intenções e pelas intenções de toda a Igreja.
Entretanto, para vivermos em unidade e comunhão, no próximo Domingo voltaremos a ter Eucaristia, pelas 11h30.

Podereis aceder à celebração através do nosso site ou do canal Youtube da Paróquia com o seguinte link:
Um abraço amigo
P. José Baptista




Comunicado do Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa (02.05.2020)
1. Face ao controlo progressivo da pandemia provocada pelo coronavírus Covid-19 no nosso País e ao início de medidas de desconfinamento, reiteramos o nosso agradecimento
à população em geral e aos cristãos em particular pela atitude responsável de prevenção ao longo desta situação, seguindo as normas e orientações da Igreja e das autoridades governamentais e de saúde.
Rezamos pelas inúmeras vítimas desta epidemia e seus familiares, estamos solidários com os doentes infetados por este terrível vírus e agradecemos o precioso trabalho dos que
estão na linha da frente como os profissionais de saúde, as forças de segurança e os que trabalham nos lares e outras instituições sociais.
Manifestamos o nosso regozijo pela criatividade das comunidades cristãs na intensificação das formas de praticar a fé entre os jovens e nas famílias e pela ação sociocaritativa das instituições da Igreja para com os mais carentes e desempregados.
Comungamos do sofrimento de tantos cristãos privados da participação efetiva na celebração sacramental da Eucaristia, cume e centro da vida cristã, na esperança de um mais rápido reinício das celebrações comunitárias da Eucaristia, fonte da nossa alegria pascal.
2. O último comunicado do Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa de 21 de abril anunciava “orientações gerais, em diálogo com as autoridades governamentais e de saúde, para quando terminar esta terceira fase do estado de emergência, com a retomada possível e gradual das celebrações comunitárias da Eucaristia e outras manifestações cultuais”.
3. Terminado o estado de emergência e tendo em conta os dados apresentados pelas autoridades de saúde e governamentais, percebemos que em Portugal a situação parece ter evoluído favoravelmente. Esperamos que se mantenha a responsabilidade cívica de todos os cidadãos, em atitude de prudência e de acatamento das decisões das autoridades governamentais e de saúde, para que não aconteça um retrocesso rápido da situação.
4. Através da Resolução do Conselho de Ministros n.º 33-C/2020, que estabelece uma estratégia de levantamento de medidas de confinamento no âmbito do combate à
pandemia da doença COVID-19, o Governo decidiu para 30-31 de maio, no que diz respeito a “cerimónias religiosas”, o reinício das “celebrações comunitárias de acordo com regras a estabelecer entre DGS e confissões religiosas”.
5. Tendo em conta somente estes elementos, a retomada gradual das celebrações comunitárias da Eucaristia, já anunciada pelo Governo, deverá iniciar-se, em princípio, a 30
maio, véspera da Solenidade do Pentecostes. A data depende ainda da avaliação que o Governo se propõe fazer da situação, nesta primeira etapa do desconfinamento. As Dioceses insulares terão em conta as indicações das respetivas autoridades regionais.
6. As celebrações dos sacramentos que implicam contacto físico, como as unções, devem ser adiadas para o próximo ano pastoral ou, nalguns casos particulares como o batismo e a unção dos doentes, podem ser realizadas com as devidas cautelas de saúde e normas de segurança.
7. Para o sacramento da Reconciliação, é preciso seguir as normas de segurança de saúde e garantir o devido distanciamento entre o confessor e o penitente, protegendo sempre o inviolável segredo da confissão.
8. As exéquias cristãs devem ser celebradas no templo (com celebração da Palavra ou da Eucaristia) e/ou no cemitério com a presença dos familiares, tendo em conta as normas de
segurança que impeçam a transmissão do coronavírus.
9. As catequeses e outras ações formativas continuarão a ser realizadas apenas por meios telemáticos até ao final deste ano pastoral.
10. Procissões, festas, concentrações religiosas, acampamentos e outras atividades similares passíveis de forte propagação da epidemia ficarão adiados para o próximo ano pastoral.
11. As igrejas podem estar abertas durante o dia para visitas individuais, desde que se observem os requisitos determinados pelas autoridades de saúde.
12. Proximamente daremos indicações comuns sobre aspetos litúrgicos e medidas sanitárias a ter em conta nas celebrações e nos templos, as quais poderão ser utilizadas pelas Dioceses, em coordenação com as autoridades locais de saúde no que diz respeito aos procedimentos práticos.
13. Neste mês de Maio, imploramos a bênção do Senhor e a intercessão da Virgem Maria, para que sejamos livres deste grande flagelo, próximos daqueles que são mais afetados
pelas dificuldades, orientados pela fé, diligentes na caridade e guiados pela esperança do Senhor ressuscitado que estamos a celebrar neste tempo de Páscoa.
Lisboa, 2 de maio de 2020

sexta-feira, 24 de abril de 2020

"Catequese em Nossa Casa"

A pandemia, que surgiu em plena quaresma, afetou a atividade normal da catequese, mas este setor da Igreja adaptou-se rapidamente às novas circunstâncias e, ainda em março, arrancou com a "Catequese em Nossa Casa", uma iniciativa do Secretariado Nacional da Educação Crista (SNEC) e do setor da Catequese do Patriarcado de Lisboa.

A "Catequese em Nossa Casa" vai funcionar até ao final do ano pastoral, em junho.

"Say Yes" para os adolescentes:

Para os jovens do 7º ao 10º volume as sessões de catequese serão dadas na televisão pública, todas as 4ªs feiras, às 15h, no programa da agência Ecclesia na RTP2, dando continuidade ao projeto "Say Yes”, que está a preparar cerca de 50 mil adolescentes de todo o país para as Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ) de 2023.


terça-feira, 21 de abril de 2020

Agradecimento aos Jovens da Paróquia

CONFERÊNCIA VICENTINA DE STO. ANTÓNIO DAS ANTAS

Agradecimento aos Jovens da Paróquia

A Conferência Vicentina de Sto. António das Antas agradece muito reconhecida, a um Grupo de Jovens da Paróquia, coordenado pelos paroquianos Daniel Gomes e Mariana Sousa, todo o trabalho realizado durante a semana passada em favor das famílias mais carenciadas, apoiadas e acompanhadas pela Conferência.

A Equipa de Jovens deslocou-se ao Banco Alimentar, localizado em Perafita, em 3 viaturas próprias, onde procedeu ao levantamento, à carga, ao transporte e à descarga de cerca de 1200 kg de produtos alimentares.
Com estes produtos, mais os alimentos fornecidos pela Comunidade Paroquial (Pão de Santo António), e com mais produtos comprados pela Conferência Vicentina (nomeadamente 240 litros de leite), os Jovens prepararam mais de 50 cabazes que entregaram às famílias.

Sempre com a participação e orientação dos vicentinos, na retaguarda, quer contactando e avisando as famílias das horas do levantamento dos cabazes no Centro Social, quer colaborando na entrega de alguns poucos cabazes no domicílio das famílias mais incapacitadas.

Queremos realçar e agradecer o trabalho extraordinário realizado pelos Jovens envolvidos, durante vários dias, a sua dedicação, o seu empenho, a sua energia e entusiasmo, que tornaram possível a realização desta operação de entrega de cabazes de alimentos. Agradecemos também aos escuteiros pela disponibilização da sede para a preparação de cabazes.

Sem esta preciosa e indispensável colaboração dos Jovens, a Conferência Vicentina não teria tido a possibilidade de realizar esta operação, neste mês de Abril, como costuma fazer todos os meses.

Com efeito, os condicionamentos impostos pelo estado de emergência sanitária em vigor, e o facto de a Conferência ser constituída maioritariamente por pessoas idosas, tornam impossível que, sozinha, consiga realizar este tipo de actividades enquanto durar o período de isolamento social.

21 de Abril de 2020


quarta-feira, 15 de abril de 2020

Eucaristias Dominicais no tempo Pascal - Transmissão em direto

Eucaristias Dominicais no tempo Pascal - Transmissão em direto

Caríssimos,

No seguimento da transmissão em direto da Eucaristia de Domingo de Páscoa, convido toda a comunidade paroquial a continuar a participar nas Eucaristias Dominicais deste tempo Pascal, a partir das suas casas e através do canal Youtube da Paróquia.

A Eucaristia terá início, em cada Domingo, às 11h30 e realiza-se sem assembleia.

Poderão aceder ao canal da Paróquia através do seguinte link:

https://www.youtube.com/channel/UCj7bJfiLdjUvL3eufC30SvA

"RESSUSCITOU! ALELUIA! ALELUIA!"

Um abraço amigo,

P. José Baptista


domingo, 12 de abril de 2020

EUCARISTIA DA RESSURREIÇÃO

EUCARISTIA DA RESSURREIÇÃO.
Link para Transmissão em direto agora


Pagela Pascal

Pagela Pascal


Com os votos de uma Santa Páscoa, com fé e esperança em Jesus Ressuscitado, envio a Pagela Pascal deste ano!

Um abraço fraterno
P. José Baptista

PÁSCOA 2020

P. Cristo ressuscitou! Aleluia!

R. Aleluia! Aleluia!

P. Anunciamos que é verdade:
o Senhor está Vivo.

R. Aleluia! Aleluia!

P. Alegra-te, porque a tua vida
esconde um gérmen
de ressurreição, uma oferta de
vida que aguarda o despertar.

R. Aleluia! Aleluia!

Ressurreição do Senhor transmissão em direto das Antas

EUCARISTIA DA RESSURREIÇÃO. Transmissão em direto dia 12 abr, pelas 11h30

“O Senhor interpela-nos e, no meio da nossa tempestade, convida-nos a despertar e ativar a solidariedade e a esperança, capazes de dar solidez, apoio e significado a estas horas em que tudo parece naufragar.
O Senhor desperta, para acordar e reanimar a nossa fé pascal.
Temos uma âncora: na sua cruz, fomos salvos.
Temos um leme: na sua cruz, fomos resgatados.
Temos uma esperança: na sua cruz, fomos curados e abraçados, para que nada e ninguém nos separe do seu amor redentor.
No meio deste isolamento que nos faz padecer a limitação de afetos e encontros e experimentar a falta de tantas coisas, ouçamos mais uma vez o anúncio que nos salva:
Ele ressuscitou e vive ao nosso lado.”,
in Homilia do Papa Francisco na Adoração do Santíssimo
e Benção Urbi et Orbi, 27-03-2020


Caríssimos,

Envio-vos o anúncio, neste tempo de pandemia, para vos convidar à sintonia da comunidade, cada um na vossa igreja doméstica, no dia da Ressurreição, através do vídeo com o seguinte link:
ANÚNCIO DO PÁROCO

No próximo domingo, dia da Ressurreição do Senhor, 12 de abril, pelas 11h30, terá início a Eucaristia sem assembleia, que será transmitida em direto através do canal youtube da Paróquia.

A ligação será efetuada a partir das 11h00 para poderem testar a receção da transmissão.
Poderão aceder ao canal da Paróquia através do seguinte link:
ACESSO AO CANAL PARA A TRANSMISSÃO EM DIRETO

Um abraço amigo,
P. José Baptista

sábado, 11 de abril de 2020

Sábado Santo

Caros Paroquianos,

Partilhamos a sugestão do Senhor Padre Baptista para a Vigília Pascal de Sábado Santo, a ser vivida em família.

Sábado Santo

VIGÍLIA PASCAL

A vigília pascal é, de longe, a celebração mais rica do ano litúrgico. Rica em símbolos (fogo, luz, perfume, água), rica em textos (que condensam a história da salvação, da Criação até à Ressurreição de Jesus) e, sobretudo, em promessa: a promessa de que a morte e o mal serão vencidos. Nesta noite falamos da história humana e dos seus sonhos e percalços, mas falamos também da história íntima de Deus e do que a Trindade quer fazer em nós: dar-nos Vida.

Uma mesa, uma toalha branca, um arranjo de flores ou ramos verdes a adorná-la e uma cruz também com alguma flor, um recipiente com água. Também a(s) vela(s) baptismal(ais) do(s) membro(s) da casa. Que a sala esteja perfumada e haja um sino ou dois copos e dois talheres.

1. LITURGIA DA LUZ E PROCLAMAÇÃO DA PÁSCOA

À entrada da casa, com iluminação reduzida, a mãe (ou outra pessoa) segura na mão uma vela acesa que lembre o círio pascal. Pode ser a própria vela do Batismo (se a houver).

Convite à oração
O pai ou a mãe (ou outro membro da família): Cristo, nosso Cordeiro pascal, foi imolado! Celebremos a festa da Páscoa do Senhor.

Um outro membro (a mãe ou o pai, avô ou avó) pode pedir a bênção da casa: Abençoa, Senhor, a nossa casa, para que seja um lugar de amor e de acolhimento. Olha para a nossa família para que nela reine a paz. Vela por cada um de nós para que caminhemos sempre na verdade e na caridade. Aceita o nosso trabalho para que nos obtenha o pão de cada dia e seja um serviço aos irmãos. Abençoa-nos a todos para que cheguemos ao teu Reino. Ámen.

RITO DA LUZ
Um membro da família coloca a vela acesa no centro da mesa.

Alguém diz: Brilhe sempre em nós a luz de Cristo.
Todos: Graças a Deus. Aleluia. Aleluia.

Acendem-se todas as luzes e toque-se a campainha (se não houver batem-se nos copos como se fossem sinos)

2. LITURGIA DA PALAVRA

Do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus (Mt 28,1-10)

Leitor: Depois do sábado, ao raiar do primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram visitar o sepulcro. De repente, houve um grande terramoto: o Anjo do Senhor desceu do Céu e, aproximando-se, removeu a pedra do sepulcro e sentou-se sobre ela. O seu aspeto era como um relâmpago, e a sua túnica branca como a neve. Os guardas começaram a tremer de medo e ficaram como mortos. O Anjo tomou a palavra e disse às mulheres: «Não tenhais medo; sei que procurais Jesus, o Crucificado. Não está aqui: ressuscitou, como tinha dito. Vinde ver o lugar onde jazia. E ide depressa dizer aos discípulos: ‘Ele ressuscitou dos mortos e vai adiante de vós para a Galileia. Lá O vereis’. Era o que tinha para vos dizer». As mulheres afastaram-se rapidamente do sepulcro, cheias de temor e grande alegria, e correram a levar a notícia aos discípulos. Jesus saiu ao seu encontro e saudou-as. Elas aproximaram-se, abraçaram-Lhe os pés e prostraram-se diante d’Ele. Disse-lhes então Jesus: «Não temais. Ide avisar os meus irmãos que partam para a Galileia. Lá Me verão».

Breve pausa de silêncio. Pode fazer-se uma breve partilha

3. LITURGIA BATISMAL

TODOS À VOLTA DA ÁGUA

CREDO BATISMAL (SÍMBOLO DOS APÓSTOLOS)

Creio em Deus, Pai todo-poderoso,
Criador do céu e da terra;
e em Jesus Cristo, seu único Filho, Nosso Senhor,
que foi concebido pelo poder do Espírito Santo;
nasceu da Virgem Maria; padeceu sob Pôncio Pilatos,
foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos;
ressuscitou ao terceiro dia; subiu aos Céus;
está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso,
de onde há de vir a julgar os vivos e os mortos.
Creio no Espírito Santo; na santa Igreja Católica;
na comunhão dos Santos; na remissão dos pecados;
na ressurreição da carne; na vida eterna. Ámen.

Agora deixemo-nos tocar PELA ÁGUA: a família pode fazer um sinal da cruz na testa uns dos outros ou cada um a si mesmo, usando a água. Depois podem aspergir com a água outros lugares da casa.

4. REFEIÇÃO
Oração do Pai Nosso
Segue-se a refeição ou a partilha de algum doce em sinal da Alegria Pascal.