terça-feira, 27 de novembro de 2018

Tertúlia Simbologia DAS Pinturas Igreja das Antas

 

Tertúlia Simbologia DAS Pinturas Igreja das Antas
30 Nov 21h30 na Igreja das Antas.
Além das pinturas, o Prof. Avelino Rocha também vai falar de uma tapecaria que está colocada no Batistério da Igreja de Santo António das Antas.
A não perder!

















                         **********************************************************************************************************




















sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Oração de Taizé animada pelo coro da catequese

A Oração de Taizé, nos últimos anos, tem feito parte do programa pastoral da Paróquia de Santo António das Antas. 

Esta oração, realizada ao jeito de Taizé, é um momento que propomos de serenidade, pausa e silêncio, intercalados com cânticos, música e pequenos textos, que nos ajudam a viver o tempo litúrgico em que se insere.


Este ano, realizámos, no dia 23 de novembro, a Oração de Taizé como abertura ao Tempo de Natal, sob o tema “Presépio, lugar de encontro para todos” (lema da Caminhada Diocesana de Advento). Natal é um tempo de encontro com Jesus e de nos deixarmos encontrar por Ele. Um mistério que não tem outra explicação senão a gratuidade amorosa com que Deus sai de Si para vir ao nosso encontro. Celebremos o Natal sendo cada um de nós uma expressão da harmonia do Presépio, que gera paz interior e estabelece o reinado de Deus dentro de cada um e em todos nós.





ORAÇÃO DE TAIZÉ – A pouco mais de um mês do Natal, propomos um momento de oração, ao jeito de Taizé, com leituras, música e cânticos. Será no dia 23 de novembro (sexta-feira), às 21h30, na Igreja.
A oração de Taizé será, desta vez, animada pelo Coro da Catequese.

Estão todos estão convidados!

domingo, 11 de novembro de 2018

Magusto 2018

🌰🌰 S. Martinho nas Antas 🌰
Hoje, 11 de Novembro, dia da Festa de São Martinho, associada ao magusto, às castanhas, um grupo de paroquianos da Igreja das Antas, num gesto simpático de acolhimento, distribuíram saquinhos, com castanhas, pelos crentes que se dirigiram às missas das capelas de Belém e Igreja das Antas. Assim, este grupo promoveu momentos de encontro onde a comunidade cria laços, a partir de um olhar nos olhos, aproximando-se uns dos outros, numa dimensão de partilha.