quinta-feira, 23 de junho de 2022

As Jornadas Mundiais da Juventude na Paróquia das Antas

 


As Jornadas Mundiais da Juventude na Paróquia das Antas

 

As JMJ aproximam-se a passos largos e são muitas as coisas que te queremos dar a     conhecer! Continuamos, todos os meses, a adicionar uma nova peça à cruz da nossa Igreja. Já só faltam 4!

E sabes o que isso significa?

Que também já só faltam 4 meses para que os símbolos das jornadas cheguem à     nossa Diocese onde vão ficar durante o mês de outubro.

E por falar na nossa cruz, sabias que, graças aos nossos Escuteiros, fomos uma das                10 paróquias a levar a sua cruz na Procissão das Velas no passado dia 31 de maio?

Enquanto esperas por outubro, queremos dar-te a conhecer as próximas atividades que irão reunir os jovens da nossa Diocese.

· No dia 1 de julho, às 21h30, realizou-se a Caminhada da Fé, em Espinho

· Nos dias 23 e 24 de julho realizar-se-á o Km11, um fim de semana de festa, oração e   reflexão na Serra do Pilar. Para saberes mais, segue as redes sociais do SDPJ – Diocese do Porto.

Também já podes comprar as t-shirts das JMJ na nossa secretaria paroquial por um preço de 10 euros.

De resto, qualquer dúvida que tenhas basta      entrares em contacto connosco através do nosso email: jmjantas@gmail.com

 


terça-feira, 21 de junho de 2022

Centro Social das Antas. Atividades de S. João e os 100 anos da D. Joaquina

 


O Centro Social das Antas viveu, nos últimos dias, momentos de muita alegria e boa disposição. Iniciámos no dia 21 de junho as comemorações de S. João: na mesa não faltou caldo verde, broa, salada de pimentos, a sardinha assada a pingar, muita animação e as tradicionais marteladas.

No dia seguinte, fomos passear. Que saudades tínhamos dessas andanças! Os utentes aderiram em massa e, no âmbito do Projeto “O Porto é Lindo! Roteiros Turísticos + 65”, no roteiro dos “Novos Equipamentos marcantes na Cidade”, em parceria com a Câmara Municipal do Porto, fomos visitar a Casa da Música. A visita guiada proporcionou-nos novas experiências, foram descobertas particularidades e desvendadas algumas curiosidades sobre este emblemático património cultural da atualidade.

A 23 de junho, assinalámos uma data muito especial: não é todos os dias que temos o privilégio de comemorar os 100 anos de uma utente! Por isso, o nosso refeitório foi decorado a rigor e à altura da idade que celebrávamos. A D. Joaquina Graça foi surpreendida, durante a manhã, com a presença do Sr. Padre Baptista e ao almoço, com luzes apagadas e em coro, todos os utentes evocaram “Surpresa!” Muito emocionada, não queria acreditar na festa que lhe prepararam. Durante o almoço, esteve muito satisfeita, tirou muitas fotografias, soprou às velas e não dispensou o corte do bolo.

Todas estas atividades significam o regresso à normalidade a que tanto queremos voltar.

Posto isto, relembramos que aceitamos novamente encomendas dos nossos tradicionais “Biscoitos das Avós”, bem como das manualidades.

 

segunda-feira, 20 de junho de 2022

A Jornada Mundial da Juventude (JMJ)

 A Jornada Mundial da Juventude (JMJ) é um encontro dos jovens de todo o mundo com o Papa.



É, simultaneamente, uma peregrinação, uma festa da juventude, uma expressão da Igreja universal e um momento forte de evangelização do mundo juvenil.
Apresenta-se como um convite a uma geração determinada em construir um mundo mais justo e solidário.
Com uma identidade claramente católica, é aberta a todos, quer estejam mais próximos ou mais distantes da Igreja.
Acontece todos os anos a nível diocesano, e a cada dois, três ou quatro anos ocorre como um encontro internacional, numa cidade escolhida pelo Papa, sempre com a sua presença. Reúne milhares de jovens para celebrar a fé e a pertença à Igreja. A próxima será em Lisboa, de 1 a 6 de agosto de 2023.
Desde a primeira edição, que se realizou na cidade de Roma em 1986, a Jornada Mundial da Juventude tem-se evidenciado como um laboratório de fé, um lugar de nascimento de vocações ao matrimónio e à vida Consagrada e um instrumento de evangelização e transformação da Igreja.
Visa proporcionar a todos os participantes uma experiência de Igreja universal, fomentando o encontro pessoal com Jesus Cristo. É um novo impulso à fé, à esperança e à caridade de toda a comunidade cristã. Tendo os jovens como protagonistas, a Jornada Mundial da Juventude procura também promover a paz, a união e a fraternidade entre os povos e as nações de todo o mundo.
Nesta fase em particular, é dado destaque a dois momentos essenciais:
outubro de 2022 com a chegada dos símbolos da JMJ, cruz peregrina e ícone mariano, à diocese do Porto;
e julho de 2023 com os Dias na Diocese, na semana que antecede a JMJ, onde o Porto acolherá muitos daqueles que depois irão fazer a experiência da JMJ em Lisboa.
Em relação ao primeiro momento referido, os símbolos já se encontram em peregrinação por Portugal.
É com muita alegria que jovens portugueses já testemunham a Cruz Peregrina e o ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani, símbolos que acompanham os jovens em todas as jornadas mundiais da juventude. Para marcar essa chegada à nossa Diocese, mês a mês vamos completando a cruz da JMJ Lisboa 2023 que se encontra no altar da nossa igreja. Temos também as t-shirts oficiais da JMJ 2023 já à venda na secretaria paroquial.
Seguimos juntos até à JMJ2023!
Qualquer assunto contactar: jmjantas@gmail.com

segunda-feira, 13 de junho de 2022

ATIVIDADES DE SANTO ANTÓNIO 2022


Ainda em tempos de pandemia, tivemos neste 2022 um dia de Santo António ainda comedido, sem arraial, nos 84 da Paróquia. Assim, foi promovida uma atividade de partilha utilizando um placard ao fundo da igreja e os meios digitais — site e página de facebook da paróquia. A iniciativa contou com inúmeras participações de paroquianos que enviaram poemas, imagens do padroeiro, testemunhos, fotos de procissões, obras de arte, curiosidades e histórias que os ligam a Santo António.






 ATIVIDADES DE SANTO ANTÓNIO

HISTÓRIAS DE SANTO ANTÓNIO
Partilha connosco algo que te ligue ao nosso padroeiro!
Pode ser uma história da tua infância, uma história que conheças, uma foto, uma quadra, uma prece...
Com a tua ajuda, vamos criar um livro virtual e disponibilizá-lo no site, blogue e página de facebook da Paróquia para que todos possam celebrar este dia tão especial!
As partilhas estarão também, em formato físico, no placar do fundo da Igreja.
Podes fazer-nos chegar a tua participação por email (folhadom@gmail.com), através do facebook ou até entregar diretamente na sacristia até ao dia 13 de junho.
A tua partilha, seja entregue em mão ou por via eletrónica, deve estar formatada em tamanho A5.
EUCARISTIA SOLENE
13 de junho de 2022 às 19h, 2ª feira
Presidida pelo nosso bispo Manuel Linda com celebração do Crisma




Dia do Padroeiro

    "Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Vós sois o sal da terra. Mas se ele perder a força, com que há-de salgar-se? Não serve para nada, senão para ser lançado fora e pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um monte; nem se acende uma lâmpada para a colocar debaixo do alqueire, mas sobre o candelabro, onde brilha para todos os que estão em casa. Assim deve brilhar a vossa luz diante dos homens, para que, vendo as vossas boas obras, glorifiquem o vosso Pai que está nos Céus»." (Mt 5, 13-16)

No passado dia 13 de junho, a nossa comunidade Fé e Luz cresceu, os nossos amigos especiais receberam o Espírito Santo. A Fé ganhou mais força e a Luz chegará até ao poço mais fundo.

A Comunidade está grata por todo o apoio do Padre Baptista, que nos tornou este dia possível e por sempre nos acompanhar e guiar desde o nosso nascimento.

Agradecemos também ao Sr. Bispo D. Manuel Linda pela sua presença alegre que encheu a igreja, num dia importante para a paróquia, dia de Santo António.








segunda-feira, 6 de junho de 2022

SÍNODO 2021-2023. Para uma Igreja sinodal: Comunhão, Participação e Missão

 Eis-nos aqui, diante de Vós, Espírito Santo! A Igreja de Deus é convocada em Sínodo

 · Em 17 de Outubro de 2021, numa Celebração Litúrgica, o Papa Francisco abre o Sínodo nas igrejas locais.

· Em outubro de 2023 será a celebração da XVI Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, a que se seguirá a fase de          execução, que envolverá novamente as Igrejas particulares.

 

Com esta convocação, o Papa Francisco convida a Igreja inteira a interrogar-se sobre um tema decisivo para a sua vida e missão: «O caminho da sinodalidade é precisamente o caminho que Deus espera da Igreja do terceiro milénio». Este itinerário, que se insere no sulco da “atualização” da Igreja proposta pelo Concílio Vaticano II, constitui um dom e uma tarefa: caminhando lado a lado e refletindo em conjunto sobre o caminho percorrido, com o que for experimentando, a Igreja poderá aprender quais são os processos que a podem ajudar a viver a comunhão, a realizar a participação e a abrir-se à missão. Com efeito, o nosso “caminhar juntos” é o que mais   implementa e manifesta a natureza da Igreja como Povo de Deus peregrino e missionário.

 

Uma interrogação fundamental impele-nos e orienta-nos: como se realiza hoje, a diferentes níveis (do local ao universal), aquele “caminhar juntos” que permite à Igreja anunciar o Evangelho, em conformidade com a missão que lhe foi confiada? E que passos o     Espírito Santo nos convida a dar para crescer como Igreja sinodal?

 

A nível paroquial, puseram-se três questões que foram respondidas por 110 pessoas, 79 mulheres e 31 homens, sendo que a maioria era da faixa dos 70 aos 79 anos.

Þ À pergunta: “Qual a importância da igreja na minha vida?” - falaram de Busca, Caminho certo, Lugar da Palavra e dos          Sacramentos, Encontro com Deus e com o homem, Comunidade, Paz, Oração, Acolhimento, Legado e Família.

Þ À pergunta: “Quais as dificuldades e os obstáculos para ser Igreja?” - falaram em dúvida, erros, materialismo, outras              solicitações, redes sociais, preguiça e comodismo, divórcio, pedofilia, burocracia e frieza. Falaram ainda de imensas faltas: de    competência bíblica, de tempo, de atualização, de criatividade, de escuta e de motivação.

Þ À pergunta: “Que fazer para que a Igreja cumpra a sua Missão?” - falaram de acolher, cativar, Bíblia, participação, flexibilidade, solidariedade, oração comunitária, dar exemplo, não ter vergonha, suscitar vocações, ser Igreja também de mulheres, acabar o     celibato e catequese de adultos (acessível em duração e linguagem).

 

À laia de conclusão, dizemos que as pessoas têm ideias muito claras sobre o que é a Igreja (para alguns) e o que se espera dela (para   todos). No entanto, reconhecem-se fraquezas na Igreja de homens, quer enquanto fiéis, quer enquanto hierarquia. A chave estará talvez no diálogo entre os convictos e os que sentem dificuldades, suportado na Palavra, na Oração e na Comunidade.

 

Juntos caminhamos na sinodalidade
Encontros de formação na Vigararia